domingo, maio 31, 2009

BERLUSCONISTAN

Fica situado no sul da Europa. Famosíssimo, sobretudo, por tantas e tantas belezas artísticas que se foram acumulando através dos séculos: sessenta por cento do que de belo existe, criado pelo homem, no nosso Planeta.

Tinha outro nome, lindo e musical, mas, há dias, foi rebaptizado Berlusconistan pelo semanário americano Time.
Passou, assim, a ser tristemente famoso… e apenas por causa de uma criatura!!

Esta criatura tinha problemas com a justiça. Refugiou-se na política. Entretanto, captou os sequiosos ocupadores de poltronas, sempre de carácter político, e lá formou um partido de acólitos e do palavreado altissonante e belicoso: a oposição não é o adversário, mas inimigos comunistas.

Intoxicou o entendimento cívico de uma boa percentagem de “berlusconianos” com o ingente capital que possui e os amplos meios de comunicação de que é proprietário. Diga-se de passagem que os meninos da esquerda moderada e extrema-esquerda, com o culto dos personalismos e a litigiosidade durante o Governo Prodi, tudo fizeram para robustecer essa intoxicação.

A criatura inchou na importância eleitoral, mas muito mais na empáfia: ungido do Senhor, um génio superior a qualquer outra figura histórica.

Já várias vezes escrevi aqui sobre este indivíduo. Acabei por pensar que nada mais existiria que merecesse interesse. Engano!

A história da rapariga de Nápoles, Noemi Letizia, ainda domina as páginas dos jornais.
Sucintamente: o grande homem de Estado viu um álbum de fotografias desta rapariga de 16 / 17 anos e resolveu telefonar-lhe uma… várias vezes. Sucederam-se convites para festas no seu palacete da Sardenha, etc. No aniversário dos seus 18 anos, compareceu – com meios de transporte e aparato de segurança do Estado – à festa da rapariga. Veio a lume a notícia desta presença do Sr. Primeiro-Ministro. Para justificar o acontecimento, iniciou uma série de mentiras acerca das circunstâncias da sua presença e do conhecimento com o pai e família da Noemi.

Dez perguntas do jornal La Repubblica são publicadas, dia após dia, visto que o “Divino”, quando lhe foi solicitada uma entrevista, negou-se a responder.
.
1- Senhor Presidente, como e quando conheceu o pai de Noemi Letizia?
2 - No decurso desta amizade, quantas vezes vos encontrastes?
3 - Como descreveria as razões da sua amizade com Benedetto Letizia?
4 – Por que motivo falou com ele das candidaturas
(às europeias), quando ele nem sequer está inscrito no PDL (partido do Governo)?
5 – Quando teve ocasião de conhecer Noemi Letizia?
6 – Quantas vezes teve oportunidade de encontrar Noemi Letizia e onde?
7 -O Senhor ocupa-se de Noemi, do seu futuro e sustenta economicamente a sua família?
8 – É verdade que prometeu a Noemi de favorecer a sua carreira, no espectáculo e na política?
9 - Verónica Lário
(a esposa) disse que o Senhor “frequenta raparigas de menor idade”. Existem outras que encontra e “cultiva”?
10 – A sua mulher diz que o Senhor não está bem e que deveria ser ajudado. Quais são as suas condições de saúde?

Estas perguntas continuam sem resposta. Todavia, quer em entrevistas ao Corriere della Sera, à La Stampa, France 2, CNN; quer num monólogo na RAIuno, onde os três jornalistas presentes se limitaram, servilmente, a escutar; quer em conversações oficiais, il Signore Berlusconi alargou-se em explicações tão bem engendradas… que nenhuma coincidia com a precedente!

Os mais importantes jornais europeus e americanos apoderaram-se deste assunto. Os comentários que exprimem são arrasadores.
Os jornalistas estrangeiros não compreendem como os italianos votam uma personagem que seria inadmissível num qualquer outro país democrático. Eu também não compreendo!

Confesso que esta telenovela de Berlusconi com uma rapariga ambiciosa que quer entrar no mundo televisivo… ou no parlamento (assim o declarou) não me impressiona nem me escandaliza. Sempre o classifiquei como uma pessoa trivial, espertalhona, mas sem fineza nem educação.
Quando alguém quer sair com uma rapariga, convida-a a jantar fora. Ele nomeia-a ministro da Defesa – Roberto Benigni.

O que me escandaliza são os seus problemas com a justiça e o modo ordinário e inadmissível como ataca a magistratura, “as togas vermelhas”, e as instituições.
Na sua concepção de homem de estatura moral e cívica rasteiras, o povo elegeu-o a plenos votos; logo, ninguém o pode criticar, julgar ou pôr-lhe entraves de carácter institucional.

Continuamente se gaba que teve de suportar dezenas de processos e foi sempre absolvido.
Completa e absolutamente falso.
Quando viu os casos mal parados, os membros do seu partido, obedientemente, aprovaram as famigeradas leis ad personam que o punham em segurança.
A maior parte desses processos caiu em prescrição: grande táctica dos seus advogados em aproveitar-se das delongas que o sistema judiciário lhes consentia - numa das leis ad personam, encurtou-se o prazo de prescrição.
Proclama-se inocente? Por que razão não renunciou às prescrições, pois tinha e tem essa faculdade, exigindo que tudo seja esclarecido?!

Transcrevo uma asserção de Berlusconi, repetida recentemente.
.
O meu pai dizia que todos os que querem praticar o mal pertencem a três categorias: os delinquentes, os procuradores do Ministério Público e os dentistas. Os dentistas, porém, usam uma injecção para a anestesia. Ora, como a mim agrada o número três, no lugar dos dentistas colocarei os jornalistas.
.
Desnecessário comentar.

O G8 efectuar-se-á, no próximo mês de Julho, na cidade de L’Aquila.
Com certeza falar-se-á dos paraísos fiscais. Espero que omitam esse argumento - o que será provável, aliás! Altos e obscuros interesses em causa.
Mas se assim não for, sendo Berlusconi o chefe de cerimónias de País que hospeda o encontro dos grandes da Terra, qual a credibilidade?

Em tempos, jurou sobre a cabeça dos seus filhos que as suas empresas jamais operaram através de paraísos fiscais.
Teatralmente perjuro, como o costume!
Ficou mais que provado o papel de Mills, o advogado inglês condenado a 4 anos e meio por corrupção, nesse tráfico de sociedades offshore ligadas à Fininvest, grupo da família Berlusconi. Não foi novidade: já de há muito que a existência de tais sociedades era conhecida.
Alda M. Maia

3 Comments:

At 1:21 da manhã, Blogger Homem de Ferro said...

Fiquei Deliciado com o seu conhecimento sobre ...
Entusiasmante Leitura !!!

Abraço

 
At 3:20 da tarde, Blogger Alda M. Maia said...

Muito obrigada pela gentileza do seu comentário
Alda

 
At 6:34 da tarde, Blogger Fada do bosque said...

E aqui temos exposto, duma forma simples, incisiva e cirúrgica, o deambular duma mente torpe, que governa um País! Itália é o exemplo mais flagrante da cupidez e estupidez política a nível mundial!
Infelizmente e perante a inércia dos cidadãos, um dia, bem mais cedo do que pensamos, esse cancro Neo Fascista alastra-se-á a toda a Europa, numa velocidade estonteante!
Portugal não fica atrás, começam as certezas a aparecer, duma corrupção insuperável. Duma maneira geral, penso que a Europa tornar-se-á numa ditadura federal neo fascista. Os governantes envenenaram e alienaram as pessoas com a poderosa arma dos mídia da tecnologia e da pseudo qualidade de vida!
Obrigada Alda pelo esclarecimento!
Abraço :)

 

Enviar um comentário

<< Home