segunda-feira, julho 10, 2006

CAMPEONATO DO MUNDO DE FUTEBOL

Acabou, finalmente… e a Itália enlouqueceu! Creio que a noite será pequena para exteriorizar a enorme alegria de todos os italianos: dentro e fora do País.

Nestes torneios internacionais, o meu interesse pelo futebol desperta e a emoção domina-me. Assim, resolvo não ver os jogos – refiro-me aos jogos que envolvam o nosso País e a Itália.

Chegados às meias-finais, fiquei apreensiva perante um provável final Portugal-Itália. Não porque tivesse quaisquer dúvidas sobre a minha preferência: obviamente, Portugal, pois é o país onde nasci e onde afundam as minhas raízes. Simplesmente, gostaria que ganhassem os dois; uma espécie de ex aequo. Ora, nestes casos, é impossível.

A França meteu-se a estragar sonhos, os nossos. Devo reconhecer que fiquei menos pobre que os meus compatriotas portugueses: decepcionada, sim, pelo nosso quarto lugar, mas com um novo entusiasmo pela esperança de vitória da equipa azzurra. E esta ganhou! Abençoada barra!...
Grande penalidade falhada ou não falhada, a Itália é a melhor!

Vitória também muito oportuna. Não somente pela regozijo geral, como para mitigar as feridas causadas pelo terramoto que abalou o sistema futebolístico italiano.
Alda M. Maia

1 Comments:

At 8:21 da tarde, Blogger Danielik said...

É verdade! Falta-me um exame. É por causa dele que estou sem tempo para expor os meus pensamentos. :P
Ah... e parabéns à Itália! Mostrou coragem e fair play, ao contrário da França, particularmente Zidane. LOL
Beijinhos.

 

Enviar um comentário

<< Home