sábado, abril 28, 2007

NÃO SOMENTE PARA "CONVERSAR"...

O computador também me serve para aqui registar acontecimentos ligados às minhas belíssimas recordações de radioamadora (continuo radioamadora!)
.
G0LLH - Cristo














.
A partir da esquerda: CT1XK; CT4BD; I1YG; CT1WB (há quase 20 anos atrás)
****
Há dias , de Setúbal, telefonou-me CT4MS - indicativo radioamador do velho e sempre amigo Leonel. Anunciou-me a morte, em Londres, de outro nosso grande amigo, Cristo, G0LLH.
Fiquei muito chocada!
Sempre esperei que, numa próxima visita a Portugal, passasse novamente qui pelo Norte do País como fizera anteriormente: belíssima ocasião que proporcionou aos colegas nortenhos, eu incluída, de conhecermos, pessoalmente, o simpático casal Cristo.
Ontem, finalmente, ganhei coragem para telefonar à esposa. Um dos telefonemas mais difíceis que jamais tive de fazer: aqueles que nunca se sabe como iniciar!
****
Antes de regressar a Portugal, durante anos, diariamente e por volta das 08 gmt, havia a tertúlia de um grupo de radioamadores portugueses - na frequência de 14.325 /330 MHz - localizados, ou transmitindo de várias partes da Europa: Portugal, Açores, Itália, Londres, Suécia.
.
As presenças mais regulares: CT1LA (Cascais, silent key); Ct1WB (Porto); CT1UB (Penafiel, silent key); esporadicamente, CT1FL (Tomar, silent key) e CT1BH (Porto); CT1VV (Almada); CT4BD (Sintra, silent key); CT4MS (Setúbal); CU2AK, (Ponta Delgada, silent key); G0LLH (Londres, silent key no dia 23/04/2007); SM7GXE (Malmo); I1YG (Turim).
.
Havia outros colegas que, conhecendo a existência deste grupo - grupo de óptimos amigos - de vez em quando, davam-nos o prazer de se fazerem presentes na frequência: CT1GZ (Azeitão); CT1XK (Porto); CT4EQ (Leiria). Houve outros mais, mas, neste momento, não recordo os indicativos. Teria de ir ver aos diários de registo - cadernos de estação de radioamador obrigatórios e que devem estar sempre actualizados - mas seria busca complicada... Muito simplesmente, hoje, não quero rebuscar nada sobre essa matéria!
.
A expressão "silent key", na linguagem radioamadorística, significa que a chave Morse - nos primórdios, quando a telegrafia predominava - ficou silenciosa. Repito o que já uma vez escrevi: não é difícil adivinhar a razão desse silêncio!
Alda M. Maia

5 Comments:

At 9:36 da tarde, Blogger Leonel said...

Só 2 pequenas rectificações:
CT1GZ - Martins Semedo (Setúbal, silent key)
CT4EQ - Monteiro (Leiria, silent key)

(Leonel - CT4MS)

 
At 10:24 da tarde, Blogger Alda M. Maia said...

Olá!! Seja bem vindo, por estas paragens!
De CT1GZ sabia-o silent key; quando escrevi o indicativo dele, preferi passar à frente. Foi mais forte a emoção de recordar tantos colegas que estimava e sabê-los em QRT definitivo.
Quanto ao Sr Monteiro, ignorava.
Obrigada pela rectificação.
Alda - I1YG

 
At 11:08 da tarde, Blogger asn said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 11:11 da tarde, Blogger asn said...

O Monteiro, CT4EQ, também já silent Key? E eu que moro aqui a dois km! Sabia-o de saúde muito debilitada mas não tinha ainda tmado conhecimento desta triste notícia.
Maus sinais. Afinal ando mais arredado das coisas do radioamadorismo do que eu gostaria.
Bom artigo Alda.
Na foto a Alda está muito bonita.
Um abraço de muita estima.
ps: tenho anddo muito ocupado com a minha actividade profissional. Chegou o me turno. É a hora de colcocar em acção os meus neurónios para fazer face ao "SIMPLEX" da desmateiaização as declarações fiscais e não só. Começam a ser já demasiadas iniciativas "simplex" de modo que estamos a começar a concluir que simplex a multiplicar por simplex dá simplex ao quadrado.
Mau, maria!
António

 
At 3:28 da tarde, Blogger José Constantino said...

D. Alda:
Acidentalmente deparei-me com o seu blog quando procurava informações sobre radioamadores. Em boa hora isto sucedeu pois, ao ler o que escreveu, passaram pela minha mente as inúmeras escutas que fiz das tertúlias diárias de um grupo de radioamadores portugueses em que se incluíam a Alda (I1YG), O Pinheiro (CT4BD), o Cásar (CT1WB), o Coronel Viana (CT1FL - "Flores Lindas" como ele dizia...), o Raposo, dos Açores (CT2AK), e vários outros de cujo indicativo já não me lembro, como o "Dominique", o Geraldes, o Dr. Nogueira Rodrigues, O Dr. Salom (?) do Brasil etc, etc.
Corria o ano de 1980 e eu encontrava-me na Escócia a fazer um trabalho de investigação em doenças de plantas quando decidi comprar um bom receptor para escutar estações de rádio portuguesas e ouvir a minha língua materna. Era um receptor da Sony que, felizmente, permitia escutar as bandas de radioamadores. Assim, entre 1980 e 1982, tive o grande prazer de, todas as manhãs, entre os 14330 e 14350 Khz, escutar vozes portuguesas numa interessante conversa. Sentia-me como que em família. Infelizmente, muitos dos intervenientes já "passaram a QRT definitivo". Ainda tenho algumas gravações em cassette que fiz dessas emissões. Se estiver interessada eu posso passar para o formato mp3 e enviar-lhe.
Eu fui colega de liceu do CT1SH. O Jorge Costa Reis depois do liceu foi estudar medicina em Coimbra e eu fui para Agronomia em Lisboa. Em 1962 ou 63, fui fazer-lhe uma visita a Coimbra e descobri o interesse do radioamadorismo.
Ele vive agora em Portimão e tenho-o contactado regularmente por e-mail. Penso que já deixou praticamente o radioamadorismo.
É pena que uma actividade tão interessante tenha vindo a decair. As pessoas agora têm pouco tempo disponível porque surgiram novas solicitações: internet, facebook, etc.
Se me quiser contactar, o meu endereço de e-mail é o seguinte:
constantinosequeira@gmail.com

Cordiais saudações.

José C. Sequeira
e-mail:constantinosequeira@gmail.com

 

Enviar um comentário

<< Home